Com energia cortada, Solurb dispensa funcionários e coleta segue parada

Serviço só está realizado em hospitais
| 20/10/2015
- 20:43
Com energia cortada, Solurb dispensa funcionários e coleta segue parada

Serviço só está realizado em hospitais

Com a urbana restringida àos resíduos dos hospitais, a Solurb, empresa responsável pela coleta e tratamento de lixo em Campo Grande, está sem energia em três de seus quatro endereços na cidade. Hoje cedo, os funcionários foram dispensados, em razão da situação, segundo informou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Asseio e Conservação de Mato Grosso do Sul, Wilson Costa.

De acordo com as informações repassadas por trabalhadores ao Jornal Midiamax, a explicação para a falta de energia é que não há dinheiro para pagar a conta. Desde a semana passada, a empresa mantém apenas a coleta do lixo hospitalar em Campo Grande, sob a alegação de que não há combustível e outros insumos essenciais para o trabalho.

A falta de energia atinge a sede da varrição, a da coleta, onde os caminhões estão parados, e também o aterro sanitário, para onde é levado o lixo produzido na cidade. A sede administrativa está com fornecimento normal.

Queda de braço

Desde agosto, a empresa e a Prefeitura travam uma verdadeira guerra, que inclui ações judiciais, por parte da prefeitura, para obrigar a fazer o serviço, e da Solurb, que tenta receber mais de R$ 12 milhões do município.

A Solurb foi procurada para se manifestar sobre a falta de energia e a reportagem aguarda o retorno.

 Marithê Lopes

Veja também

Nas últimas 24 horas, municípios registram variação de 15% na umidade do ar

Últimas notícias