Atualmente, as redes sociais são grandes propulsoras de publicidade, como Instagram, Facebook, TikTok e outras. Entretanto, existem regras a serem seguidas na divulgação de serviços no ramo da advocacia e do Direito nessas plataformas. 

O Código de Ética da OAB é um documento que regulamenta e estabelece algumas diretrizes em relação à publicidade visando preservar a ética e a dignidade no exercício da advocacia. Essas limitações têm como finalidade garantir o reconhecimento e a conduta apropriada no campo do Direito e não mercantilizar a área.

Ao criar conteúdos online, é proibido utilizar publicidade sensacionalista e enganosa que possa levar as pessoas ao equívoco, assim como realizar práticas inadequadas de atração de clientes com o objetivo de comercializar a profissão, além de outras restrições estipuladas no Código.

A utilização de software jurídicos no dia a dia de advogados traz inúmeros benefícios na divulgação responsável e na proteção dos interesses das pessoas, proporcionando uma experiência mais responsável e segura para ambas as partes.

O software criado pela ADVBOX fornece uma ampla variedade de recursos e funcionalidades que permitem aos advogados gerenciar com segurança as informações confidenciais de seus clientes. Com recursos como armazenamento em nuvem e medidas de segurança avançadas, o sistema assegura a privacidade dos dados, prevenindo possíveis vazamentos ou acesso não autorizado. Além disso, oferece ferramentas que melhoram a gestão do relacionamento, permitindo um atendimento mais eficiente e personalizado.

Uma abordagem altamente efetiva e ética é a de Inbound Marketing. Essa estratégia busca atrair e reter consumidores por meio da produção de conteúdo valioso e de qualidade. Com ela, não é preciso utilizar táticas invasivas e virais.

Os profissionais do Direito têm o compromisso com as informações de público, e tal técnica de marketing é extremamente eficiente e pode ser uma ferramenta auxiliar nesse processo.

Vale reiterar que a utilização de softwares propiciam uma gestão eficaz das atividades de marketing e publicidade, permitindo um controle minucioso e preciso das estratégias adotadas. Além disso, oferece recursos que facilitam a criação e o compartilhamento de conteúdo relevante e informativo, de acordo com as demandas do público-alvo.

Com funcionalidades direcionadas à segmentação de clientes, é possível personalizar as ações de divulgação, levando em consideração as peculiaridades de cada caso. Também auxilia na fiscalização do cumprimento das normas éticas, evitando práticas inadequadas ou violações das diretrizes estabelecidas pelo Código de Ética da OAB.

Um exemplo excelente de presença digital online é o advogado criminal Gabriel Bulhões (@gabrielbulhoesnd) com aproximadamente 15 mil seguidores no Instagram. Em suas redes, divulga seu trabalho com maestria, sem mercantilizar o exercício da advocacia, demonstrando o primor de sua profissão. Além disso, o doutor Gabriel conquistou o primeiro lugar do prêmio Melhores Escritórios Digitais, na categoria Melhor Escritório Criminal.

É primordial ter em mente que, mesmo que os softwares jurídicos sejam ferramentas efetivas para a gestão da advocacia e uma divulgação responsável, os advogados devem aderir às diretrizes estipuladas no Código de Ética da OAB. Esses softwares proporcionam vantagens notáveis, entretanto, não substituem as orientações éticas da profissão.

Este post é de responsabilidade de ANDRÉ LUIS e não faz parte do conteúdo jornalístico do Midiamax.

Saiba Mais