Variedades

Telescópio da Nasa descobre mais de mil planetas na Via Láctea

Galáxia pode ter mais planetas do que estrelas, afirmam cientistas

Norberto Liberator Publicado em 11/05/2016, às 11h33

None
o-telescopio-kepler-localizou-exatos-1284-novos-planetas-informou-a-nasa.jpg

Galáxia pode ter mais planetas do que estrelas, afirmam cientistas

A Via Láctea pode ter mais planetas do que estrelas. É o que afirma a nova pesquisa da Nasa, divulgada na última terça-feira (10). A publicação diz que o telescópio Kepler identificou 1.284 novos planetas, de acordo com a agência italiana de notícias Ansa.

A descoberta é a maior da história da astronomia em relação a quantidades de planetas. A cientista-chefe da Nasa, Ellen Stofan, afirma que pode ser o início para a descoberta de vida fora da Terra. "Isso nos dá esperança que, em algum lugar lá fora, próximo a uma estrela muito parecida com a nossa, nós poderemos descobrir uma outra Terra", diz.

Os pesquisadores afirmaram, em uma coletiva de imprensa na capital norte-americana Washington, que o Kepler catalogou e identificou 4.302 ‘planetas em potencial’, em julho de 2015. De todos os corpos celestes descobertos, 1.284 teriam mais de 99% de chances de serem planetas de fato.

Paulo Hertz, diretor da divisão de astrofísica da Nasa, afirma que graças ao Kepler, foi possível fazer novas descobertas sobre a Via Láctea. "Antes do lançamento do telescópio Kepler, nós não sabíamos se exoplanetas eram raros ou comuns na galáxia. Graças ao Kepler e a comunidade científica, agora nós sabemos que existem mais planetas do que estrelas”.

Jornal Midiamax