Sem Categoria

MPMS decide dia 22 se arquiva investigação sobre atraso de exames de Covid-19

O Conselho Superior do MPMS (Ministério Público Estadual) incluiu na pauta do próximo dia 22 julgamento do inquérito civil 06.2020.00000427-0, que apurar possível prática lesiva a direitos dos consumidores, perpetrada, em tese, pelo laboratório de análises clínicas Multilab. A investigação corre na 43ª Promotoria de Justiça do Consumidor da comarca de Campo Grande e foi […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 10/02/2021, às 10h53

Teste rápido de COVID-19 | Foto ilustrativa | Reprodução
Teste rápido de COVID-19 | Foto ilustrativa | Reprodução - Teste rápido de COVID-19 | Foto ilustrativa | Reprodução

O Conselho Superior do MPMS (Ministério Público Estadual) incluiu na pauta do próximo dia 22 julgamento do inquérito civil 06.2020.00000427-0, que apurar possível prática lesiva a direitos dos consumidores, perpetrada, em tese, pelo laboratório de análises clínicas Multilab.

A investigação corre na 43ª Promotoria de Justiça do Consumidor da comarca de Campo Grande e foi aberta em decorrência da publicitação de oferta de exame de Covid-19, porém, sem dispor de materiais e descumprindo os prazos prometidos para entrega de resultados.

A probabilidade é que o inquérito seja arquivo, já que o promotor Luiz Eduardo Lemos de Almeida emitiu parecer de cumprimento de solução, após homologação de TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado em setembro de 2020 junto à empresa para a devolução de dinheiro de clientes que realizaram testes para Covid-19, mas que não receberam os resultados dentro do prazo.

Jornal Midiamax