O Governo do Estado parou de fornecer refeições aos funcionários do de Mato Grosso do Sul em e passará a fornecer auxílio-alimentação de R$ 300 aos servidores que trabalham a partir de 40 horas semanais e com renda de até três salários mínimos. Notificação da SES (Secretaria de Estado de Saúde) com data desta quinta-feira (1º) informa a mudança.

“Esse valor não dá nem para 15 dias”, conta um funcionário. “A notificação foi feita a partir das 18h desta sexta, a partir de amanhã teremos que levar a comida”, diz.

“Faz mais de um ano que fecharam a cozinha para reforma, e contrataram uma empresa terceirizada por R$ 4 milhões e a cozinha continua abandonada, não mexeram em nada ainda”, diz Joarez Barroso Pires, delegado de base do Sintts (Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social). A reportagem entrou em contato com a SES, e aguarda retorno.

Guarita sem luz e telefone

Ainda de acordo com o Sintts, a guarita do está sem elétrica e telefone fixo. “Um problema tão simples de resolver, mas para uma instituição pública o sistema não anda, uma guarita de entrada e saída de veículos no escuro desde o dia 23 de dezembro”, consta em uma postagem do sindicato. “Os vigilantes da empresa de segurança terceirizada no escuro. Cortaram o telefone fixo, não tem nenhum contato com o pessoal do hospital”, diz Joarez.