A Secretaria de Governo de Mato Grosso do Sul transformou 27 cargos comissionados em 23, com salários maiores. Com a medida, não há aumento de despesa, somente redução do número de vagas comissionadas no Estado. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (22).

São 5 cargos em CCA-03 (com salários de R$ 7.400 e até 100% de adicional), 5 cargos de CCA-04 (com salários de R$ 6.800 e até 100% de adicional), 4 cargos de CCA-06 (com salários de R$ 6.001,00 e adicional de até 60%) e 3 cargos de CCA-14 (com salários de R$ 1.230,00 e adicional de até 90%), 4 cargos de CCA-15 (com salários de R$ 1.036,50 e adicional de até 90%), 5 cargos de CCA-16 (com salários de R$ 890 e adicional de até 90%) e um de CCA-17 (com salários de R$ 750,00 e adicional de até 90%) somando ao todo 27 cargos.

Todos eles foram transformados em 23 cargos, sendo 4 de CCA-01 (com salário de R$ 28.401,90), 2 de CCA-08 (com salários de R$ 3.850,00 e adicional de até 100%), 5 de CCA-09 (com salários de R$ 3.216,00 e adicional de até 100%), 5 de CCA-11 (com salários de R$ 2.315,00 e adicional de até 100%), 2 de CCA-12 (com salários de R$ 1850,00 e adicional de até 95%) e 5 de CCA-13 (com salários de R$ 1.599,00 e adicional de até 80%), somando 23 cargos.

Assim, a medida tem efeito a partir de 21 de março de 2023 e é assinada pelo secretário de Governo e Gestão Estratégica Pedro Arlei Caravina.

Saiba Mais