A prefeitura de Campo Grande abriu crédito suplementar de R$ 24.035.577.15 para atender três áreas da administração pública. A informação consta na edição extra do Diogrande desta quarta-feira (4).

O montante foi dividido entre o IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande); FMS () e FUNESP (Fundação Municipal de ).

Conforme o decreto, a realocação de recursos seguirá o inciso III, do § 1º, do art. 43, da Lei (nacional) n. 4.320/64, que prevê o DFC (Demonstração dos Fluxos de ). A publicação passa a valer a partir da publicação em Diário Oficial, feita nesta quarta-feira.

Suplementação

A suplementação, termo usado pela administração pública, basicamente, é quando um recurso é retirado de uma determinada área para aplicação em outra, ainda dentro do Poder Público.

Saiba Mais