Policiais militares e bombeiros de que vão atuar na Tutoria Estudantil, nas Escolas Estaduais Cívico-Militares da Rede Estadual de Ensino, vão receber bolsa no valor de R$ 600, conforme regulamentação publicada pela (Secretaria de Estado de Educação), nesta quinta-feira (12).

Segundo a publicação, os militares indicados pela Sejusp-MS (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) para atuarem nas escolas, terão direito à bolsa no valor de R$ 600, conforme decreto.

A bolsa será devida aos militares durante o período em que estiverem desenvolvendo suas atividades na Estadual Cívico-Militar para a qual foi designado, conforme Termo de Compromisso assinado.

Ainda conforme a determinação, o pagamento da Bolsa ficará suspenso quando o Militar for designado, pela Corporação a que pertence, para outra função externa ao Programa das Escolas Estaduais Cívico-Militares e fora da unidade escolar, por mais de 10 dias, retomando o direito ao percebimento da Bolsa quando do retorno às atividades na EECIM.

O valor da Bolsa será creditado diretamente na conta bancária do Militar, a qual deverá ser informada no momento de assinatura do Termo de Compromisso, conforme as regras a serem estabelecidas em regulamento.

De acordo com a SED-MS, o quantitativo será de 70 bolsas distribuídas em partes iguais aos tutores estudantis do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar.