A Prefeitura de Jaraguari decretou a abertura de crédito suplementar de R$ 16,2 milhões, conforme publicado no Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul). O executivo dividiu o valor em 21 publicações.

Anteriormente, o executivo já havia publicado crédito de R$ 3,3 milhões.

Em todas as publicações, a prefeitura destina os recursos para serviços de terceiros, equipamentos e material permanente, vencimentos e vantagens fixas, diárias e material de consumo.

Além disso, obrigações patronais, material de distribuição gratuita, serviços de consultoria e outros.

O município publicou créditos de R$ 1.728.205,43; R$ 651.143,33; R$ 1.270.700,03; R$ 775.989,68; R$ 136.996,66; R$ 40.570,49; R$ 1.643.287,40; R$ 294.925,48; R$ 1.243.649,00; R$ 1.127.520,04; R$ 294.679,88; R$ 559.837,08.

Além disso, R$ 556.950,85; R$ 756.193,95; R$ 88.442,20; R$ 134.482,29; R$ 328.685,75; R$ 567.900,31; R$ 413.043,91; R$ 824.733,35 e R$ 802.366,70.

Jaraguari abriu crédito de R$ 3,3 milhões

Do mesmo modo, a Prefeitura de Jaraguari decretou a abertura de crédito suplementar de R$ 3,3 milhões para pagamentos de serviços terceirizados e vencimentos.

O executivo também publicou a abertura no Diário Oficial da Assomasul.

De acordo com o documento, a prefeitura irá repassar grande parte do valor para serviços terceirizados e vencimentos e vantagens fixas.

Entretanto, uma pequena fatia será destinada para pensões e material de consumo.

Prefeitura gasta R$ 4,6 milhões para construção de ginásio

Anteriormente, a Prefeitura de Jaraguari firmou contrato de R$ 4.619.984,79 para construção do ginásio poliesportivo do município.

Da mesma forma, o executivo publicou o documento no Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul).

A 2 R Empreendimentos e Comércio Eireli venceu o processo e é responsável pelas obras.

A empresa realiza a execução dos serviços de construção do ginásio poliesportivo na área urbana do município de Jaraguari.

O contrato possui vigência até 23 de fevereiro de 2024.