A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) leiloa na Bolsa de Valores de , a B3, nesta quinta-feira (30) 291 quilômetros de linha de transmissão de energia elétrica de e mais outros 12 lotes em 12 estados.

O leilão para concessão acontece às 10 horas (horário de Brasília). De acordo com a assessoria do governo, representando Reinaldo Azambuja, a secretária Especial de Parcerias estratégicas, Eliane Detoni, acompanhará a realização do certame.

As linhas de transmissão de energia serão concedidos por meio de leilão, com a disputa dos lances pelo valor de RAP (Receita Anual Permitida). As empresas que obtiverem a concessão ficarão responsáveis por construir, operar e manter as linhas, que somam um total de 5.425 quilômetros e uma capacidade de 6.180 mega-volt-ampères (MVA).

O Governo Federal estima investimentos da ordem de R$ 15,3 bilhões e geração de 31.419 empregos diretos distribuídos entre os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

O lote 11, referente a Mato Grosso do Sul, compreende 291 quilômetros de extensão e potência de 300 MVA de energia. A empresa vencedora terá 48 meses de prazo para implantação e da rede de transmissão de energia elétrica, além de 30 anos de concessão dos serviços públicos, que totalizam R$ 499.220.723,11 em investimentos.

A rede de transmissão interligará o sistema elétrico entre os municípios de Chapadão do Sul, e Campo Grande.

“Ao término das obras será feita a conexão da Rede do Sistema Interligado Nacional com a rede de distribuição da no município de Paraíso das Águas, assim como permitirá a conexão da pequena central hidrelétrica de Fundãozinho (22MW), situada em Chapadão do Sul”, explica Eliane Detoni, secretária especial do Escritório de Parcerias Estratégicas, vinculado à Secretaria de Governo e Gestão Estratégica do Governo do Estado.

(Com assessoria)