Portaria confirma repasse emergencial de R$ 3,87 milhões à Santa Casa de Campo Grande

Recursos vêm da segunda parcela de auxílio bancado pelo Ministério da Saúde para hospitais filantrópicos em meio à pandemia de coronavírus.
| 19/06/2020
- 21:28
Portaria confirma repasse emergencial de R$ 3,87 milhões à Santa Casa de Campo Grande
(Foto: Arquivo/Midiamax) - (Foto: Arquivo/Midiamax)

Termo aditivo publicado em edição extra do Diário Oficial de Campo Grande na tarde desta sexta-feira (19) confirma o aporte de R$ 3,87 milhões na Santa Casa a título de auxílio emergencial aprovado pelo Ministério da Saúde. Os recursos envolvem socorro financeiro da União para unidades de Saúde no enfrentamento à pandemia de coronavírus ().

Ao todo, foram R$ 3.874.742,06 destinados à Associação Beneficente , previstos na portaria federal 1.448, de 29 de maio de 2020, que trata da segunda parcela do auxílio.

Os recursos foram repassados dentro do convênio 6/2019, conforme extrato assinado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), o titular da Secretaria Municipal de Saúde, José Mauro Pinto de Castro Filho, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende Pereira, e o diretor da Santa Casa, Heber Xavier.

Assinada pelo ministro interino Eduardo Pazuello, a portaria 1.448/2020 trata da segunda parcela do auxílio emergencial para santas casas e hospitais filantrópicos sem fins lucrativos do país contratualizados com o poder público e que participam de forma complementar do SUS, no valor total de R$ 1,66 bilhão.

A definição dos repasses levou em consideração fatores como dados epidemiológicos oficiais do Ministério da Saúde sobre a incidência da Covid-19, total de leitos do SUS dos hospitais filantrópicos e valores da produção dos serviços ambulatoriais e hospitalares de média e alta complexidade dessas unidades em 2019.

Várias outras entidades filantrópicas do Estado foram habilitadas a receber recursos do auxílio. Só em Campo Grande, além da Santa Casa, foram mais 5: Hospital São Julião (R$ 706,2 mil), Maternidade Cândido Mariano (R$ 708,2 mil), Hospital de Câncer Alfredo Abrão (R$ 529,7 mil), Hospital Nosso Lar (R$ 324,3 mil) e Hospital Adventista do Pênfigo/Unidade Centro (R$ 131,5 mil).

Veja também

Serviço de locação do buffet custará R$ 49,5 mil ao Tribunal

Últimas notícias