Política / Transparência

PM expulsa cabo 9 anos após operação contra Máfia dos Cigarreiros em MS

O comandante da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) Waldir Ribeiro Acosta expulsou o cabo Luiz Carlos Pupo de Lima, segundo publicação do Diário Oficial do Estado desta terça-feira (7), ‘ bem da disciplina’. O cabo já estava no serviço inativo da Polícia e, agora, foi expulso. Ele é um dos presos durante […]

Evelin Cáceres Publicado em 07/05/2019, às 09h26 - Atualizado às 15h42

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

O comandante da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) Waldir Ribeiro Acosta expulsou o cabo Luiz Carlos Pupo de Lima, segundo publicação do Diário Oficial do Estado desta terça-feira (7), ‘ bem da disciplina’.

O cabo já estava no serviço inativo da Polícia e, agora, foi expulso. Ele é um dos presos durante a Operação Fumus Malus do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), órgão do MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul).

As investigações começaram em outubro de 2010 dentro da própria polícia, que recebeu denúncias de que alguns militares estariam facilitando o contrabando. Foram cumpridos 16 mandados de prisão contra policiais em Naviraí, Itaquiraí, Sete Quedas, Mundo Novo, Iguatemi e Campo Grande.

Todos os militares responderam a processos disciplinares.

Jornal Midiamax