O ainda precisa repassar R$ 3,6 milhões referentes à obra do Rio Anhanduí, em . Os recursos estão atrasados há quatro meses e, dos quase R$ 5 milhões, R$ 1,4 milhão foi pago na semana passada, segundo o prefeito (PSD).

Apesar da situação, as empresas ainda têm ‘fôlego' para tocar a obra, segundo o chefe do Executivo municipal, que visitou a intervenção na Avenida Ernesto Geisel nesta sexta-feira (dia 21).

O convênio entre o município previu a recomposição das margens do rio, com trechos de gabião e outras placas de concreto, urbanização, abertura de ciclovia paralela ao canal, bocas de lobo das ruas para captação de água da enxurrada que desce nas ruas laterais, além do recapeamento das duas pistas da Ernesto Geisel.

Iniciada em 2017, a obra está 60% concluída. Em maio, o prefeito foi a Brasília, de onde saiu com a promessa de regularização do repasse ainda em junho. O contrato prevê R$ 48 milhões com as intervenções.