Câmara retira da pauta projeto que previa doação de área de R$ 5,5 milhões à Engepar

A Câmara de Vereadores de Campo Grande retirou da pauta o projeto que previa doação de uma área do município, avaliada em R$ 5,5 milhões, a uma empreiteira que presta serviços à Prefeitura. A decisão foi tomada na sessão desta terça-feira (28). O projeto já havia tramitado nas comissões de finanças e de indústria e […]
| 28/08/2018
- 15:08
(Foto: Divulgação/Izaias Medeiros/CMCG)
(Foto: Divulgação/Izaias Medeiros/CMCG) - (Foto: Divulgação/Izaias Medeiros/CMCG)
Câmara retira da pauta projeto que previa doação de área de R$ 5,5 milhões à Engepar
Câmara adiou análise de projetos do Prodes (Foto: Divulgação/Izaias Medeiros/CMCG)

A Câmara de Vereadores de Campo Grande retirou da pauta o projeto que previa doação de uma área do município, avaliada em R$ 5,5 milhões, a uma empreiteira que presta serviços à Prefeitura. A decisão foi tomada na sessão desta terça-feira (28).

O projeto já havia tramitado nas comissões de finanças e de indústria e comércio da Casa, que constataram que as certidões apresentadas pela empresa, e anexadas à proposta, já estavam fora do prazo de validade.

“O projeto está comprometido por causa dessas certidões”, explicou o presidente da comissão de finanças da Câmara, vereador Eduardo Romero (REDE).

Já o presidente da comissão de indústria e comércio, vereador João César Mattogrosso (PSDB), revelou que na proposta, a especificou que pretende instalar na área, que fica nas Moreninhas, uma usina de asfalto, com a intenção de investir R$ 7 milhões e gerar 100 empregos.

Além do projeto de doação de área pública, outra proposta, também oriunda do Prodes (Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande), previa benefícios fiscais para Contact Center Ltda.

O líder do prefeito na Câmara, vereador Chiquinho Telles (PSD), solicitou a retirada dos projetos e envio ao Executivo para regularização da documentação, que foi apresentada ao Codecon em março de 2017. 

Veja também

Começa nesta terça-feira (28) julgamento que pode anular contrato bilionário do Consórcio Guaicurus

Últimas notícias