Expectativa é entregar até dezembro de 2018

Complemente paralisada, a obra do ainda não tem previsão para ser retomada, já que o governo estadual ainda estuda uma medida alternativa para o empreendimento, depois que detectou falhas no projeto original.

‘Vamos revistar (o projeto) e tirar algumas etapas. Não é entregar sem concluir, mas houve falha monstruosa de planejamento, então não dá para entregar tudo que foi planejado no início” afirmou o secretário estadual de infraestrutura, Marcelo Miglioli, durante agenda pública na manhã desta quinta-feira (17).Estado revisa projeto do Aquário, após achar ‘falha monstruosa' em projeto

A estimativa do governo, que alega ter entre R$ 18 milhões a R$ 20 milhões no caixa para investir na obra, é que seriam necessários quase R$ 50 milhões para terminar o Aquário e abri-lo a visitações.

Todavia, o secretário revelou que algumas partes do empreendimento, como a biblioteca, não serão entregues. A obra deverá ter apenas um ‘espaço educativo', sem todos os equipamentos que constavam no projeto original.

Também não há definição de qual empresa vai concluir os trabalhos, e apenas um contrato é mantido entre o governo e a Petrobras, segundo o secretário uma ‘questão pontual para não perder recursos'.

“A hora que eu terminar essa obra eu posso ir para casa. É uma questão de honra”, finalizou o secretário em tom jocoso.