Ex-deputado foi preso nesta terça

Preso temporariamente nesta terça-feira (30) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) durante a , o ex-deputado estadual Ary Rigo permanece detido e ainda não prestou depoimento. A defesa do político afirma que pedirá a soltura dele nas próximas horas.

Advogado de Rigo, Carlos Marques disse ao Jornal Midiamax que o Gaeco sequer marcou data para o depoimento, diferente do que ocorreu com os outros 11 presos, que já estão nas ruas desde a madrugada de hoje.

“Vou impetrar o habeas corpus ainda hoje porque o Gaeco não quer ouvi-lo. Mesmo sem o depoimento eu vou fazer o pedido”, disse.

Defesa de Rigo vai pedir liberdade mesmo sem depoimento ao Gaeco

Operação

​A Antivírus tem como alvo desarticular suposto esquema que envolvia contratos entre o departamento e empresas de informática. Ao todo, foram nove mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária e 29 de busca e apreensão.

A Operação começou por volta das 7h da manhã de terça, e os agentes fazem buscas nos Blocos 7, 9 e 13, onde funcionam o setor de tecnologia da informação, a presidência e a diretoria de administração e finanças, respectivamente. As equipes requisitaram a presença dos diretores dos respectivos departamentos para acompanharem os trabalhos de busca e apreensão.