Política / Transparência

Prefeitura é investigada pelo MPE após denúncias de falta de medicação

Inquérito civil apura possível improbidade administrava 

Midiamax Publicado em 27/01/2016, às 14h34

None
mpe2.jpg

Inquérito civil apura possível improbidade administrava 

O MPE (Ministério Público Estadual) instaurou inquérito civil para apurar a falta de medicamentos para a população de Sonora, município distante 370 quilômetros de Campo Grande. O edital foi publicado nesta quarta-feira (27), no Diário Oficial do órgão.

De acordo com a publicação, o inquérito, movido contra a Prefeitura, apura “possível improbidade administrativa e eventuais ilegalidades daí decorrentes, referente à falta de fornecimento de medicamentos de baixa complexidade à população da cidade de Sonora”.

Assina pelo edital, a promotora Ana Carolina Lopes de Mendonça Castro, da Promotoria de Justiça Do Patrimônio Público e Social, da comarca local.

A promotora também é responsável pela abertura de inquérito para “apurar se estão sendo executadas pela gestão Estadual e Municipal, ações de prevenção e controle contra o mosquito Aedes aegypti, bem como se o Plano de Contingência para prevenção e enfrentamento da microcefalia relacionada ao vírus Zika”, conforme edital publicado hoje.  

Jornal Midiamax