Política / Transparência

Prefeitura dispensa licitação e contrata Taira para manutenção de cemitérios

Até abril empresário era lotado na Câmara Municipal

Jessica Benitez Publicado em 16/07/2015, às 19h01

None
cemiterio.jpg

Até abril empresário era lotado na Câmara Municipal

A empresa Taira Prestadora de Serviços abocanhou mais um contrato com a Prefeitura de Campo Grande. Desta vez a companhia conseguiu contrato por meio da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) de R$ 1.162.800 milhão para prestar serviço de administração, manutenção, conservação e limpeza dos cemitérios públicos da Capital. O proprietário, Milton Akio Taira ficou lotado na Câmara Municipal de fevereiro de 2013 a abril deste ano

A contratação, válida por 180 dias a contar da publicação da ordem de serviço, foi feita com dispensa de licitação e o valor será pago em seis parcelas de R$ 193.800 mil, conforme publicação no Diário Oficial de Campo Grande. Até maio deste ano a Taira tinha pelo menos dois contratos com o Executivo que juntos somavam mais de R$ 1 milhão, também referentes à manutenção dos cemitérios da cidade.

Apesar de possuir varias empresas, como uma revendedora e locadora de veículos, e ainda a  responsável pelo serviço de manutenção nos cemitérios de Campo Grande, Taira era nomeado na Câmara com um salário base de R$ 1.612,87 e gratificações de até 200%, que elevam a remuneração para no máximo R$ 4.838,61. Todos os contratos foram firmados em regme de urgência, ou seja, sem processo licitatório.

Em agosto de 2014, quando ainda era funcionário da Câmara Municipal, ele assinou um contrato com a Prefeitura de R$ 470.400,00 divididos em seis parcelas de R$ 78.400,00. No vencimento deste contrato, o empresário voltou a fechar parceria com o município, dessa vez o valor era de R$ 581.400,00, divididos em três parcelas de R$ 193.800,00, assinado em 23 de fevereiro deste ano, com validade de 90 dias.

Este último contrato vigorou até a exoneração de Milton Taira da Câmara, publicada no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) do dia 30 de abril, com data retroativa a 22 de abril, um dia antes do vencimento do contrato de sua empresa com a Prefeitura.

Jornal Midiamax