Prefeito suspeita de ‘grande equívoco’ em ação para afastar secretário

MPE aponta fraude mediante coação em folha de ponto de agentes de saúde
| 18/08/2015
- 23:12
Prefeito suspeita de ‘grande equívoco’ em ação para afastar secretário

MPE aponta fraude mediante coação em folha de ponto de agentes de saúde

“Acho que há um grande equívoco nisto”, disse o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), quando questionado sobre ação do MPE (Ministério Público Estadual) no qual é pedido, entre outras coisas, o afastamento do secretário municipal de Saúde Pública, Jamal Salem. No entanto, ele comentou que ainda levanta informações sobre o caso.

“Ainda temos pouco conhecimento (sobre a ação). Acho que há um grande equívoco nisto. Estou começando a levantar informações sobre o assunto”, disse Olarte, que participou de lançamento de obra de unidade básica de saúde da família no bairro Santa Emília. Jamal não esteve no evento.

Em discurso durante a agenda pública desta terça, o prefeito voltou a falar sobre problemas atuais da Prefeitura que, na visão dele, foram criados por outros gestores. “Estamos tentando equilibrar uma situação na Prefeitura que não foi criada por nós, mas agora é nossa responsabilidade”, ressaltou Olarte.

A denúncia contra Jamal e o presidente do (Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos Municipais), , começou a tramitar na Justiça na segunda-feira (17). Ambos teriam coagido gerentes a fraudar listas de frequência de agentes de saúde.

Veja também

Prédio médio dos produtos foi publicado no Diário Oficial do Estado

Últimas notícias