Juíza ouve nesta sexta prefeito e vice investigados por abuso de poder em MS

| 24/03/2022
- 09:36
Prefeito Valdir Júnior, à esquerdada, e o vice Danilo, à direita.
Prefeito Valdir Júnior, à esquerdada, e o vice Danilo, à direita. - Prefeito Valdir Júnior, à esquerdada, e o vice Danilo, à direita.

A juíza Melyna Machado Mescouto Fialho, da 45ª Zona Eleitoral de Nioaque, agendou para a sexta-feira (25), às 13h45, a audiência de instrução e julgamento do processo que investiga o prefeito Valdir Júnior (PSDB), bem como o vice Danilo Bortoloni Catti (PSDB), por abuso de poder durante as eleições de 2020.

Consta nos autos que a Coligação Nioaque, constituída pelos partidos PDT, MDB, DEM e PL, moveu ação contra Valdir e Danilo, alegando que os mesmos se aproveitaram de seus cargos e utilizaram a máquina pública para supostos fins eleitoreiros. No pleito passado, Valdir já era prefeito e Danilo atuava como vereador.

“Outra forma clara de abuso de poder político e econômico, é a distribuição de material de construção para cooptar o apoio e o voto dos eleitores, sendo que isto está sendo feito de forma vergonhosa, inclusive em troca da realização de reunião na casa das pessoas que receberam”, afirmou a Coligação na ação.

Na contestação, os investigados declararam a incoerência dos fatos a eles imputados, bem como apontaram fragilidade das provas apresentadas. O Ministério Público Eleitoral, por sua vez, opinou pela realização de diligências e oitivas de testemunhas, motivo pelo qual a juíza designou a audiência, oportunidade em que as partes serão ouvidas.

Veja também

Apesar dos indícios de corrupção na licitação, MPMS 'dispensou' delatores que entregaram o esquema no PR; Defesa do Consórcio Guaicurus comemorou

Últimas notícias