Política / Bastidores

[BASTIDORES] Que história é essa?

Da Redação Publicado em 24/06/2021, às 06h30

None

Rodagem

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) estendeu por mais 12 meses, pela segunda vez, contrato com a Rental Locadora de Bens e Veículos, novamente nos mesmos moldes e valores do contrato original: serão gastos até R$ 21 mil no pagamento de 300 diárias, ao custo de R$ 70 cada.

Seguro

O contrato original entre Rental e TCE-MS tem peculiaridades. Entre elas, a vigência de seguro de R$ 200 mil, no mínimo, para cobrir danos corporais e materiais a terceiros; e de R$ 20 mil para cobertura por invalidez parcial e permanente e morte. A obrigação cabe à empresa.

Fora de ordem 1

Divulgação de edição extra do Diário Oficial do TCE-MS na terça-feira (22) teve alguns erros no percurso. Com uma decisão liminar datada de 7 de junho, a publicação trazia na página da Corte de contas a numeração como edição 2.852, estrategicamente colocada entre as 2.857 e 2.859.

Fora de ordem 2

O lapso, porém, não afeta o conteúdo (que, aliás, tinha 3 páginas sob o número de edição 2.859): o conselheiro Ronaldo Chadid proibiu liminarmente a Prefeitura de Anastácio de avançar com o pregão presencial 23/2021, que previa gastos de até R$ 308,9 mil na manutenção de aparelhos de ar condicionado, freezers, geladeiras e bebedouros de várias secretarias. A licitação não continha ampla pesquisa de preços e adotou critério de menor preço por lote injustificadamente, entre outros problemas.

Não gostei

O deputado federal Loester Trutis (PSL-MS) criticou manifestantes de um protesto contra o presidente Jair Bolsonaro realizado no fim de semana. Ele republicou um cartaz com xingamento ao parlamentar.

Nada, nada, nada

"Assim que a esquerdinha de iPhone protesta. Eles não pedem nada, não reivindicam nada. A única intenção é ofender", escreveu no Facebook.

Cri, cri, cri

Alvo de um processo de cassação, o prefeito de Bataguassu, Akira Otsubo (MDB), não se manifestou sobre a abertura do processo. Ele é acusado de malversação de recursos públicos e nepotismo cruzado, mas nega as alegações.

Jornal Midiamax