O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) desaprovou as contas do diretório estadual do Cidadania. Assim, o partido perdeu o Fundo Partidário.

As contas prestadas são do pleito de 2022. Contudo, o TRE-MS apontou a falta de abertura de conta bancária específica.

O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela desaprovação. Então, considerando o parecer ministerial, o Tribunal julgou desaprovadas as contas eleitorais prestadas pelo Cidadania-MS.

Além disso, determinou a suspensão do recebimento de cotas do Fundo Partidário pelo período de três meses.