O prefeito de Corumbá Marcelo Iunes (PSDB) esteve na Escola Municipal Cássio Leite de Barros há três meses para entrega de equipamentos na quadra de esportes. O local foi palco da tragédia na cidade, distante 444 quilômetros de Campo Grande. O menino Matheus Souza Marques, de 7 anos, morreu ao ser atingido pelo teto da quadra, que desabou durante o temporal.

Questionada se é realizada vistoria periódica na construção, a Prefeitura de Corumbá informou que as escolas passam por processo de ratificação de funcionamento anualmente e que são aprovadas pelo Conselho Municipal de Educação.

A quadra coberta da escola foi entregue em comemoração ao aniversário da cidade, em setembro de 2009, pelo então prefeito Ruiter Cunha (PT), que morreu em 2017 após passar mal em uma academia da cidade.

No último dia 6 de junho, o atual prefeito esteve na quadra de esportes para entrega de 17 fogões de quatro e seis bocas com fornos; 36 bebedouros e mesas de refeitório.

Adquiridos com recursos próprios da Prefeitura, os equipamentos foram distribuídos conforme a necessidade das escolas e centros municipais de educação infantil da cidade.

Temporal

Imagens enviadas ao Jornal Midiamax mostram o tamanho da destruição provocada em Corumbá. Árvores caíram, semáforos e até o forro das Lojas Americanas, no centro da cidade, desabou, mas não feriu ninguém. O temporal durou pouco mais de meia hora. Há informações de que várias escolas do município teriam tido avarias.

A Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil tem quatro equipes percorrendo a cidade, na manhã desta quarta-feira (13), para atendimento das regiões que não foram alcançadas pelas equipes da Prefeitura de Corumbá ao longo da terça-feira, dia 12, após a passagem de um temporal que provocou ventos fortes com rajada de 96 km/h e causou danos significativos em toda a cidade.