O ministro de Portos e Aeroportos, Sílvio Costa Filho, afirmou que as do Aeroporto de Dourados não serão afetadas com o cancelamento de recursos para o projeto. Na sexta-feira (20), o cancelou o orçamento fiscal para reforma do aeroporto para abrir orçamento em outras pastas.

“Não haverá nenhum prejuízo de descontinuidade no Aeroporto de Dourados, primeiro porque todos os recursos da pista estão assegurados e para o orçamento de 2024, os recursos para o terminal estão garantidos”, destacou o ministro.

Segundo a publicação do DOU (Diário Oficial da União), o Governo abriu crédito especial de R$ 126.683.985. Para a reforma e reaparelhamento do Aeroporto de Dourados seriam R$ 9.448.639. Os R$ 9,4 milhões foram cancelados pela portaria.

Contudo, o ministro disse que o Aeroporto de Dourados deve ser finalizado e entregue pelo Governo Federal. “Eu não tenho dúvida de que o Aeroporto de Dourados ficará pronto em breve, nós vamos voltar aí para poder fazer a inauguração deste novo equipamento para o povo de Dourados”.

Por fim, apontou que o aeroporto “vai ser fundamental para o desenvolvimento de lazer, turismo e negócios”.

O ministro comentou sobre o assunto no sábado (21), após o Geraldo Resende (PSDB) questionar sobre os recursos cancelados.

Saiba Mais