Com projeção de R$ 6,4 bilhões para 2024, os vereadores da Municipal de Campo Grande votam nesta quinta-feira (23), a LOA (Lei Orçamentária Anual). O projeto de lei 11.108/23 que dispõe sobre texto, será discutido em duas sessões.

Os parlamentares analisam a proposta em primeira discussão e votação durante a sessão ordinária, marcada para as 9h. Em seguida, será realizada uma sessão extraordinária sem remuneração para votar a proposta em segunda discussão e votação.

Desta vez, o texto prevê R$ 6.426.565.761,00 para o Orçamento de 2024, aumento de 18,6% em relação aos R$ 5.418.631.265,00 previstos na Lei Orçamentária deste ano. Já as emendas apresentadas pelos vereadores, precisam estar conforme as diretrizes do (Plano Plurianual) e a (Lei de Diretrizes Orçamentárias), que já foi aprovada pela Câmara de Vereadores no primeiro semestre.

LOA

LOA é o orçamento propriamente dito, que prevê as receitas e fixa as despesas do executivo para o ano seguinte, indicando quanto será aplicado em cada área e de onde virão os recursos.

Entre outros itens, a LOA prevê a arrecadação com tributos e outras fontes de recursos; define metas para a política fiscal – medidas que o governo toma para equilibrar suas despesas e receitas; define os valores para investimentos e financiamentos, por área; define despesas determinadas por sentenças judiciais, chamadas precatórios, etc.

LDO 2024

Em agosto, prefeita de Campo Grande sancionou a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o exercício de 2024. A informação consta na edição extra do Diogrande do dia 3 de mesmo mês. O orçamento estimado é R$ 6,5 bilhões.

Entre as metas estabelecidas no documento estão saúde, educação, cultura e corte nos gastos com comissionados. O documento foi aprovado pela Câmara Municipal no último dia 11 de julho.

LDO começou a tramitar na Câmara Municipal no dia 17 de abril e, ainda no dia 28 do mesmo mês, foi promovida Audiência Pública para debater a proposta. O debate contou com a presença da secretária Municipal de Planejamento e Finanças, Márcia Hokama, representantes de entidades de classe e associações.

Saiba Mais