Soraya Thronicke diz que nome ao Senado do União Brasil em MS terá anuência do Pros, Avante e Podemos

| 05/04/2022
- 11:23
Senadora Soraya Thronicke é presidente do União Brasil em MS
Senadora Soraya Thronicke é presidente do União Brasil em MS. Foto: Arquivo

A senadora Soraya Thronicke, presidente do União Brasil em Mato Grosso do Sul, disse que o partido ainda busca um nome para disputar vaga no Federal. No entanto, a escolha será definida mediante consulta ao Podemos, Pros e Avante. A fechou na semana passada e as articulações estão cada vez mais afuniladas.

Neste sentido, a parlamentar relatou que o União, fruto de uma fusão entre o DEM e o PSL, já está em tratativas com outras agremiações. “Em MS, o União Brasil faz coligação com o Podemos e temos uma provável aliança com o Avante e o Pros. O candidato ao Senado Federal precisa ser alguém que tenha anuência de todos”, disse.

Soraya Thronicke quer nome 'popular'

No entanto, além da aprovação dos aliados, Soraya Thronicke pontua que o pré-candidato precisa ter um perfil menos elitizado e mais popular. “Este ano a vaga ao Senado Federal é única e precisamos de um nome que simbolize o povo sul-mato-grossense em sua essência. Não queremos um bloco elitizado, que representa apenas um grupo restrito”, afirmou. 

“Vamos compor com outros partidos buscando uma candidatura forte, com chances reais de eleição e, principalmente, que atenda aos anseios da nossa população. São as pessoas que vão escolher esse nome”, finalizou. Um dos cotados era o ex-senador Pedro Chaves, que deixou o PSBD mas acabou se juntando ao PP para ser suplente de Tereza Cristina pelo Senado.

Veja também

'Penduricalhos' da instituição em Mato Grosso do Sul já somavam 12, um dos órgãos com mais verbas do Brasil

Últimas notícias