Secretário rebate e diz que vereador é quem deveria levar voz de prisão nas UPAs de Campo Grande

| 30/05/2022
- 12:20
Secretário
José Mauro Filho, secretário de Saúde de Campo Grande. - (Foto: Leonardo de França, Jornal Midiamax, Arquivo).

Durante a prestação de contas da (Secretaria Municipal de Saúde), nesta segunda-feira (30), o secretário José Mauro Filho pediu respeito aos servidores da saúde, ao responder falas do vereador (PSD).

O parlamentar tem feito visitas às Upas (Unidade de Pronto Atendimento) de Campo Grande e, em uma das ocasiões, chegou a pedir a prisão de um funcionário público. Nas fiscalizações, ele aponta, sobretudo, a demora no atendimento de pacientes.

Para o titular de Saúde José Mauro, quem deveria ter recebido ordem era Tiago Vargas. "O senhor tem todo direito [de ir às unidades], mas com educação, se apresentar à gerente, que é a maior autoridade sanitária dentro da Upa".

Servidores que estavam presentes na audiência aplaudiram as falas sobre respeito à saúde.

Secretário

Antes disso, o vereador tinha dito que o secretário não deveria mais estar à frente da Saúde de Campo Grande, devido, segundo ele, ao estado da área na cidade.

O secretário, em sua resposta, acrescentou dizendo que tem 'plena convicção, de forma técnica, observando indicadores', sobre como está caminhando a saúde pública da cidade.

Já no fim da audiência, o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Carlos Augusto Borges, conhecido como Carlão (PSD), afirmou que não permite excessos de parlamentares dentro da Casa de Leis.

"Agora, fora da Câmara, não tenho o poder. Como presidente, vamos procurar harmonia. Jamais vou alimentar desavença entre os poderes".

Veja também

Senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da PEC (Proposta de Emenda à...

Últimas notícias