O PTB confirmou que irá apoiar o PSD nas eleições estaduais em em 2022. O de Campo Grande, (PSD), é o candidato ao PSD à Governadoria.

A ata da reunião da comissão executiva do PSD foi apresentada nesta quarta-feira (11) à Justiça Eleitoral. O encontro teria sido realizado na tarde de terça-feira (9). Na convenção em 5 de agosto, o PTB deixou o apoio a alguma candidatura ao governo em aberto.

O Jornal Midiamax tentou contato na tarde de quarta-feira (10) com o presidente estadual do PTB, Delcídio do Amaral, mas ele não foi encontrado para comentar o apoio. O espaço segue aberto.

“A Executiva Estadual do PSD em resolveu, por unanimidade de votos, aceitar o apoiamento da agremiação PTB e PSC a fm de figurarem na coligação majoritária”, diz o documento assinado pelo presidente estadual do PSD, senador Nelson Trad Filho, e pelo secretário-geral José Roberto dos Santos Gomes.

O PSC indicou o primeiro suplente do candidato ao Senado Federal, Odilon de Oliveira (PSD). Trata-se do empresário Wilson Joaquim da Silva. O PSD fechou a chapa indicando o segundo suplente, o ex-vereador de Domingos Albaneze.

Candidaturas

Apesar de ser apresentado e aprovado em convenção, o candidato de cada partido deve ser registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) até o dia 15 de agosto. Os registros que não forem feitos até lá não poderão disputar as eleições neste ano. 

No entanto, até esta data, as siglas podem alterar as alianças firmadas. Porém, apoios após o período das convenções não serão considerados para as coligações.