Prefeita procura delegacia e faz b.o. de ameaça contra presidente de hospital

A prefeita foi presidente administrativa do hospital de Sidrolândia por 16 anos
| 09/03/2022
- 00:58
Reprodução
Reprodução

A prefeita de Sidrolândia, cidade a 70 quilômetros de Campo Grande, (PP), procurou a delegacia onde fez um boletim de ocorrência contra o presidente do Beneficente Elmiria Silvério Barbosa, Jacob Breure, por ameaça, nesta terça-feira (08).

A prefeita, que foi presidente administrativa do hospital do município por 16 anos, foi proibida de entrar no local nesta terça, para entregar lembranças a pacientes, em alusão ao Dia Internacional da Mulher.

Consta no boletim de ocorrência que a prefeita retornou ao seu gabinete, de onde ligou para Breure após ser barrada e saber sobre a demissão da gerente administrativa, Eide França. “Eu fiquei mal quando soube da demissão dela”. Vanda conta que soube que a demissão da gerente seria pelo fato de ela permitir a entrada da prefeita na unidade hospitalar. Jacob também foi coordenador de campanha de adversário político de Vanda, nas última eleições. Mesmo assim, a prefeita diz que sempre tentou ter relacionamento cordial e institucional com o atual presidente do hospital.

Na ligação, de acordo com a prefeita, Jacob Breure a proibiu de entrar no hospital e ainda a ameaçou. “Você não sabe o que vai acontecer com você”, consta na ocorrência.

“Eu ainda senti um certo medo de estar na delegacia. Eu fico imaginando outras mulheres. Eu não queria estar aqui falando sobre isso, ainda mais neste dia. Ele é grosseiro, eu falei pra ele que o lugar dele não era ali”, disse a prefeita. A reportagem tentou mas não conseguiu contato com Jacob Breure.

Veja também

Mesmo com voto facultativo, há 87,4 mil eleitoras com mais de 100 anos

Últimas notícias