Prazo para entrega de emendas ao Orçamento de R$ 5,4 bilhões é estendido para 13 de maio

A LDO, como é chamada, estima receita, neste caso orçamento de R$ 5,4 bilhões, recursos, despesas e investimentos
| 06/05/2022
- 10:20
Terrenos públicos
Campo Grande vista de cima. - (Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Relator do Orçamento de R$ 5,4 bilhões da Prefeitura de Campo Grande, vereador (Republicanos) estendeu para 13 de maio o prazo para os parlamentares entregarem emendas.

Oficialmente, o projeto se chama LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e estima receita, recursos, despesas e investimentos para o próximo ano.

Até agora, somente nove emendas foram entregues e, por isso, o relator decidiu ampliar o prazo. Depois que o período é encerrado, é feita a filtragem das sugestões e o relatório é entregue para votação em plenário.

Confira as previsões feitas em 2021, para este ano.

Orçamento de R$ 5,4 bilhões

No texto a respeito do orçamento de 2023, há também o quanto o município deve arrecadar, bem como renunciar em relação aos impostos fiscais. Por exemplo, com o transporte coletivo e suas isenções e descontos concedidos no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

Já quanto à renúncia fiscal, espera-se algo na ordem de R$ 33.764.935,76, somando o transporte, isenções do imposto e também benefícios concedidos às empresas participantes do Prodes (Programa de Incentivos para Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande) e outras concessões.

Os vereadores vão analisar a medida e devem votá-la ate o fim do primeiro semestre. Depois, o município encaminha a LOA, para votação até dezembro de 2022.

Veja também

Eleitores da seções eleitorais do CIAP tiveram a localidade trocada e agora votarão no Colégio Rui Barbosa

Últimas notícias