Política

'Pouco entusiasmado’ com novo partido, Ovando diz que não vai se filiar ao União Brasil

Deputado federal é candidato à reeleição este ano e procura novo partido

Renata Volpe Publicado em 10/01/2022, às 09h57

Deputado federal Luiz Ovando (PSL) deve se filiar a novo partido em 2022
Deputado federal Luiz Ovando (PSL) deve se filiar a novo partido em 2022 - Arquivo, Jornal Midiamax

O deputado federal Luiz Ovando (PSL) pode não se filiar ao União Brasil para disputar a reeleição em 2022 e justificou ser “pequeno” seu entusiasmo com o novo partido.

De acordo com o político, a nova legenda criada por meio da fusão entre DEM e PSL, mas que ainda não foi homologada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), não está organizada. 

Ele citou os motivos da falta de entusiasmo diante do partido. “Primeiramente o comando precisa ser forte e voltado para objetivos bem claros. Segundo, tem que dar condição de exercício político no Estado, condição difícil, mas não impossível porque o partido ainda não está organizado”.

Ainda segundo o deputado, é preciso que o partido faça exercício de ‘futurologia’. “Isso baseado no passado onde o PSL e sua liderança desconstruíram o que foi solidificado pelos dirigentes anteriores, e o DEM remanescente, terá que se impor sem mais existir”.

Ovando é candidato à reeleição, mas disse tentar outro cargo apenas se a ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM)  for candidata a vice do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). “Por enquanto não tenho partido. Estou negociando ainda qual partido abraçar”.

Jornal Midiamax