Vereadores de aprovaram o projeto que cria o Parque Natural Municipal. A proposta nº 10.664/22 foi aprovada em primeira discussão na Câmara Municipal.

Os vereadores Carlão e William Maksoud (PTB) assinam o projeto. Assim, a proposta prevê permuta de áreas públicas com a e proprietários da região da Bacia do Córrego Ceroula.

O Parque Natural Municipal de Campo Grande ficaria naquela região. Então, o parque será construído perto da região da Cachoeira do Céuzinho, da Cachoeira do Inferninho e da Abandonada do Ceroula.

Outro aprovado em primeira discussão é o nº 10.441/21, que institui o apoio às bandas e fanfarras da Capital. Carlos Augusto Borges (PSB) e Ronilço Guerreiro (Podemos) assinam a proposta. Além do ex-vereador Ademir Santana. O projeto visa a distribuição de instrumentos musicais e promoção de festivais para os grupos.

Vida saudável e transparência

Vereadores aprovaram o Programa Vida Saudável em primeira discussão. O vereador Victor Rocha (PP) assina o projeto nº 10.675/22. Então, o programa assegura o fomento à prática esportiva, cultural e de lazer com a manutenção e modernização de espaços públicos.

Além desses, o projeto nº 10.450/22 foi votado e aprovado em votação simbólica. O Dr. Loester (MDB) é autor da proposta. A matéria aumenta a transparência sobre contrato de imóveis locados pela Prefeitura de Campo Grande.

Por fim, foi aprovado o projeto de lei nº 10.443/2. Assim, a proposta cria o Censo da Inclusão para identificar o perfil socioeconômico das pessoas com deficiência da Capital. O vereador Otávio Trad (PSD) é autor da proposta.

Segunda discussão de projetos

Os parlamentares aprovaram o projeto de lei nº 10.353/21. Contudo, o vereador André Luis (Rede) foi contra o projeto de (Republicanos). A proposta declara de utilidade pública o projeto Dorcas Guerreiras em Cristo.

O projeto nº 10.742/22 foi aprovado. No entanto, recebeu um voto contra. Assim, a matéria prevê a criação do Dia Municipal do Advogado, a ser comemorado no dia 11 de agosto. Assinam a proposta: Sandro Benites (Patriota), Otávio Trad, Beto Avelar (PSD) e Edu (Patriota).

Além disso, a Câmara aprovou o projeto de lei nº 10.521/22, que cria a AEL (Academia Estudantil de Letras) e é de autoria do vereador Ronilço Guerreiro (Podemos). Assim, a proposta visa a promoção do acesso à cultura, o desenvolvimento do interesse pela leitura, a inclusão social e o desenvolvimento da competência leitora e escritora.

Foi aprovado o projeto de Otávio Trad (PSD), nº 10.756/22, que denomina de Enedino Borges do Rego a rotatória do bairro União. Então, durante a sessão, Carlão pediu para assinar o projeto junto ao vereador.

Única discussão

Por fim, vereadores aprovaram dois projetos em única discussão. O projeto de decreto legislativo nº 2.365/22 será analisado.

A proposta outorga a Medalha Dr. Rui de Oliveira Luiz ao secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira. Já a proposta nº 2.485/22 concede o Título de Visitante Ilustre da cidade de Campo Grande José Maurício Pereira.

Ambas as propostas são de autoria do vereador Carlão, presidente da Casa de Leis.