Os ministros responsáveis pelos relatórios de apuração dos resultados da eleição para presidente da República foram definidos por sorteio do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Em Mato Grosso do Sul, os relatórios serão de responsabilidade do ministro Carlos Horbach.

Então, o nome dele e de outros seis ministros foram sorteados em sessão administrativa do Tribunal nesta quinta-feira (29). Conforme o TSE, as 27 unidades federativas foram divididas em seis grupos diferentes.

Assim, os grupos foram sorteados entre os ministros da Corte Eleitoral. Contudo, o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, não fez parte da divisão.

Nas eleições, os ministros terão o papel de analisar documentos emitidos pela STI (Secretaria de Tecnologia de Informação do Tribunal). Nos relatórios, estarão os detalhamentos do resultado das votações para presidente nas unidades da Federação.

Confira para quais estados cada ministro foi designado:

Grupo 1 – Amazonas, Alagoas, e Tocantins.

Relator: Raul Araújo

Grupo 2 – Minas Gerais, Mato Grosso, e Mato Grosso do Sul.

Relator: Carlos Horbach

Grupo 3 – Ceará, Sergipe, Maranhão e Goiás.

Relator: Ricardo Lewandowski

Grupo 4 – Rio de Janeiro, Paraná, e Piauí.

Relator: Cármen Lúcia

Grupo 5 – Bahia, Pernambuco, Paraíba e Santa Catarina.

Relator: Benedito Gonçalves

Grupo 6 – Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Acre, Amapá, e Rondônia.

Relator: Sérgio Banhos