LISTA: Partidos de MS já receberam R$ 2,5 milhões em repasses e doações, diz TSE

Maior fatia vem de repasses dos diretórios nacionais dos partidos
| 27/07/2022
- 09:42
locais de votação em Aquidauana
Cabina de votação em seção eleitoral. (Foto: Roberto Jayme/Arquivo/TSE)

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) já disponibilizou os dados de de doações e repasses aos partidos em Mato Grosso do Sul em 2022 e aponta que, juntos, os 31 partidos receberam R$ 2.502.325,84 entre repasses dos diretórios nacionais e doações até esta quarta-feira (27). De todos, apenas 10 receberam verbas e lidera a lista o União Brasil, com R$ 702.000,00 do diretório nacional.

Em seguida, o PP (Progressistas), com R$ 512.971,03 recebidos, sendo R$ 2.511,54 do deputado estadual Evander Vendramini, presidente estadual do partido e R$ 459,49 de rendimentos em aplicações.

Depois vem o Republicanos, com R$ 375.992,84 repassados pela nacional. O MDB recebeu R$ 274.792,61 em recursos recebidos, sendo R$ 125,58 de rendimentos em aplicações financeiras. O PTB tem R$ 84.400,00 declarados, sendo R$ 80.000,00 da nacional, R$ 3,6 mil doados de Naim Barros R$ 800 de Gilberto Pereira.

O PV recebeu R$ 76.696,32 no total, sendo R$ 69.399,29 da nacional, R$ 4.291,81 de Lucianne Valéria Bluma e R$ 3.005,22 de Marcelo de Moura Bluma.

O PDT recebeu R$ 30.000,00 do partido. O DEM (Democratas) recebeu R$ 40.712,20 da nacional. O Cidadania recebeu R$ 28.768,00, sendo R$ 25 mil do partido e R$ 3.768,00.

O Novo tem R$ 3.277,74, sendo R$ 1.216,00 da nacional, R$ 500 de Carlos Eduardo Tonissi Nasser, R$ 400 de Caio Mendes Siemionko, R$ 250 de Marcelo Kuchar Matte e R$ 200 de Luis Augusto Scarpanti.

Sem declarações ou recebimentos

Os outros 21 partidos, PT, PSTU, PSL, Rede, Podemos, PSC, PL, DC, PRTB, PMN, PMB, Agir, PSB, PSDB, Psol, Patriota, PSD, PC do B, Avante, e Pros, ainda não declararam recebimentos de verbas ou gastos.

Os dados ainda não estão disponíveis no DivulgaCand, mas sim na plataforma do próprio TSE, aqui.

Partidos com mais doações de pessoas físicas no Brasil

Nacionalmente, o PT, legenda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, lidera o ranking com R$ 8,5 milhões contabilizados.

Em seguida, entre as legendas com mais doações, estão PSD, com R$ 4,1 milhões, União Brasil, com R$ 3,04 milhões e MDB, com R$ 1,7 milhões. A lista é composta pelos partidos que têm também o maior montante do fundo eleitoral.

O PL, sigla do presidente Jair Bolsonaro, ainda não incluiu suas receitas na prestação de contas deste ano.

Considerando apenas doações individuais, o diretor proprietário da Century Brasil e Vale Sul Shopping, Wagner Louis de Souza, de São José dos Campos (SP), é quem fez a maior contribuição. Em fevereiro, ele destinou R$ 2,5 milhões ao PSD. O valor supera doações anteriores do empresário. Em 2020, Souza doou R$ 430 mil, em valores corrigidos pela inflação, para sete dos 11 candidatos a prefeito de São José dos Campos, inclusive o vitorioso no pleito, Felicio Ramuth (PSDB).

Veja também

Últimas notícias