Deputado critica CCR por trabalho mal feito e solicita retirada de guard rail em Eldorado

Concessionária deveria ter duplicado BR-163 em cinco anos, mas executou apenas 10% do contrato de concessão
| 08/02/2022
- 15:15
Deputado Lídio Lopes, presidente da Unale, viaja aos EUA
Deputado Lídio Lopes criticou a concessionária CCR MSVia - Reprodução

Trabalho mal feito e falta de comunicação, foram algumas das reclamações feitas pelo deputado estadual Lídio Lopes (Patriota), ao criticar a concessionária CCR MSVia, durante sessão remota nesta terça-feira (8).

A duplicação da em deveria ter sido feita em cinco anos. Porém, neste período, apenas 10% da pista duplicada foi concluída pela CCR MSVia, que venceu a concessão, nos locais onde os pedágios foram instalados.

O guard rail foi instalado no trecho entre os municípios de Eldorado e Mundo Novo, motivo de revolta dos moradores, conforme o deputado. Isso porque, acidentes têm acontecido na região e um deles, vitimou um casal que não pode tirar o carro para o acostamento, para se livrar da colisão com um caminhão.

Lopes afirmou que a CCR continua trazendo transtornos para o Estado. “Uma empresa que não levou em consideração, teve todos os prazos de concessão prorrogados para cumprimento do contrato, só cumpriu parte de instalar pedágio para arrecadar. Fez 10% e parou”.

O parlamentar afirmou que a empresa leva dinheiro do Estado sem cumprir nem metade do contrato. “Em 5 anos era para ter duplicado tudo e não entregou nada. Muitos acidentes acontecem na BR-163 por inconsequência da CCR”.

Ele solicitou ainda a retirada do guard rail e comentou sobre o novo processo licitatório de concessão. “Foi suspensa a concessão e aberto novo processo licitatório. Diante desse problemas, a CCR fez um absurdo entre Eldorado e Mundo Novo. A população de Eldorado pede pela retirada do guard rail e a empresa não ouve ninguém. Eles falam que o assunto é só na ANTT”. 

Em aparte, Barbosinha (DEM) disse que a empresa deveria ficar inabilitada para participar de qualquer outra licitação.

Veja também

Últimas notícias