‘Bom para criar conexões’, diz Adriane Lopes após agenda em Brasília para destravar obras

Adriane Lopes representou Campo Grande em agenda nesta terça-feira (29)
| 29/03/2022
- 18:10
adriane lopes prefeitura
Foto: Reprodução | Prefeitura Municipal.

Após representar Campo Grande em Brasília nesta terça-feira (29), a vice-prefeita Adriane Lopes (Patriota) disse voltar esperançosa com as reuniões para destravar obras na Capital. Prestes a assumir a prefeitura, ela destacou que agendas como esta “são importantes para que a gente crie essas conexões”.

“Estamos voltando para Campo Grande muito otimistas com as reuniões”, afirmou ao Jornal Midiamax. A vice-prefeita avaliou as reuniões como importantes e resultaram em um “coração cheio de esperança, cheio de possibilidades para nossa cidade”.

Entre os assuntos tratados nas reuniões com o chefe da equipe do BID (Banco Interamericano Desenvolvimento), Diego Arcia, estavam obras do Programa de Revitalização do Centro. Além disso, a vice-prefeita adiantou que foram formalizados novos projetos e operações técnicas para desenvolvimento da educação e econômico de Campo Grande.

“Aproveitamos a oportunidade para iniciar tratativas de um novo projeto na área de habitação e na região do Anhanduizinho”, disse. Adriane estava acompanhada do secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos Rudi Fiorese e da subsecretária de Gestão e Projetos Estratégicos, Catiana Sabadin.

No período da tarde, a Adriane Lopes se reuniu com o secretário de Infraestrutura Terrestre, Marcelo Costa. Foram apresentadas as demandas do município sobre a nova concessão da BR 163.

A equipe de Campo Grande pede que seja incluída a drenagem e os acessos laterais ao longo da via. Adriane explicou que o projeto é necessário para realocar os produtores que comercializam produtos no Distrito de Anhanduí.

Por fim, Adriene ressaltou que a agenda buscou “viabilidade de novos projetos que são necessários para o crescimento e desenvolvimento da nossa cidade”.

Adriane Lopes assume prefeitura

A vice-prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, deve se tornar a primeira prefeita eleita democraticamente da Cidade Morena ainda nesta semana. Isso porque o prefeito (PSD) se lançou como pré-candidato ao Governo do Estado e precisa renunciar ao cargo para se manter na corrida eleitoral.

Antes dela, somente Nely Bacha, que era vereadora, já havia assumido a administração municipal. No entanto, ela foi nomeada para o cargo.

Nesta quinta-feira (31), a Câmara de Campo Grande abre para prestação de contas do Executivo. A apresentação será liderada por Marquinhos Trad (PSD), na possível última semana como prefeito da Capital.

Ao Jornal Midiamax, o presidente da Câmara, vereador Carlos Augusto Borges (PSB) afirmou que a sessão ordinária desta quinta-feira (31) está cancelada. A Casa de Leis será utilizada para prestação de contas, mas também pode ser a data em que o atual prefeito renunciará ao cargo para concorrer ao Governo de MS.

Conforme o calendário do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Marquinhos tem até 2 de abril para renunciar à prefeitura e se manter na corrida eleitoral. Assim, quando renunciar, Adriane Lopes deve assumir o posto de prefeita da Capital.

Veja também

Até agora foram registradas 10 candidaturas à Presidência da República

Últimas notícias