Vice-governador eleito, José Carlos Barbosa, o Barbosinha (PP), coordenará a equipe de transição de Eduardo Riedel (PSDB), governador eleito. Já o atual líder do executivo estadual, Reinaldo Azambuja, afirmou que entrega o governo com Capag (Capacidade de Pagamento) nota ‘A’ e crédito para empréstimo de R$ 2,3 bilhões para 2023.

Os detalhes foram repassados em coletiva nesta quinta-feira (17) no receptivo do Governo no Parque do Prosa, em Campo Grande. Barbosinha lembrou que foi líder do governo na Assembleia Legislativa e que acredita em uma transição tranquila. “Conheço o pessoal com o qual vou trabalhar junto. Vamos apresentar até o dia 16 de dezembro o documento com informações sobre o caixa do governo, credores, investimentos, o tamanho do endividamento do Estado e continuidade de projetos”, destacou.

Reinaldo disse que o governo será repassado com a Capag (Capacidade de Pagamento) nota ‘A’. “A próxima gestão vai ter um crédito disponível, se quiser, com o aval do tesouro nacional, de mais de 2,3 bilhões de reais”, disse.

Transição

Completam o time de transição do govenador eleito Eduardo Riedel (PSDB) Sandra Amarilia, Thaner Castro e Ricardo Sena. Pela equipe do governador atual, estão a procuradora-geral do Estado, Ana Carolina Ali Garcia, a secretária de Administração, Ana Carolina Araújo Nardes, o secretário-adjunto, Flavio César, e o assessor da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), Fábio Alexandre de Castro.

Sandra Amarília é economista e mestre em desenvolvimento local. Atualmente atua como gerente do Sebrae em Mato Grosso do Sul.

Thaner Castro é superintendente de Gestão Estratégica do atual Governo do Estado. É graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Católica Dom Bosco, formado MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getulio Vargas e finalizando MBA em Gerenciamento de Projetos também pela FGV.

Servidor público estadual da carreira de Fiscal de Tributos Estaduais desde 2006, Thaner compôs a equipe de assessoramento econômico do Secretário de Fazenda (Sefaz/MS) entre 2007 e 2008. Gerenciou o Profisco/MS no período de 2009 até o início de 2015.

Ricardo Sena é secretário-adjunto da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

A equipe disse que pretende divulgar o nome do secretariado que vai compor o novo governo entre os dias 16 e 25 de dezembro deste ano.

*Matéria alterada às 18:03 para correção de informação.