Política

Reinaldo interrompe férias e secretário de Meio Ambiente retorna ao trabalho

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), determinou a interrupção das férias de Jaime Verruck, titular da Semagro (Secretaria  de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), que iriam até a próxima terça-feira (19). O decreto foi publicado na edição desta quarta-feira (13) do DOE (Diário Oficial Eletrônico). O […]

Adriel Mattos Publicado em 13/01/2021, às 08h35 - Atualizado às 08h57

Secretário teve férias interrompidas pela segunda vez em três meses. (Foto: Divulgação, Semagro)
Secretário teve férias interrompidas pela segunda vez em três meses. (Foto: Divulgação, Semagro) - Secretário teve férias interrompidas pela segunda vez em três meses. (Foto: Divulgação, Semagro)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), determinou a interrupção das férias de Jaime Verruck, titular da Semagro (Secretaria  de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), que iriam até a próxima terça-feira (19).

O decreto foi publicado na edição desta quarta-feira (13) do DOE (Diário Oficial Eletrônico). O motivo do retorno antecipado foi “superior interesse público”. A publicação foi assinada no último dia 6 para determinar a volta na data de hoje.

O adjunto da pasta, Ricardo Senna, respondia pela pasta até então, volta às suas atividades normais. Esta não é a primeira vez que Reinaldo interrompe as férias de Verruck. Em outubro de 2020, o secretário também foi obrigado a retornar.

Boa parte do secretariado saiu de férias no mês passado, incluindo seu braço direito, o titular da Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica), Eduardo Riedel.

Alguns já retornaram, como a secretária de estado de Educação, Maria Cecília Amêndola da Motta. Já outros, como o titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Geraldo Resende, permaneceram trabalhando.

Por outro lado, o vice-governador Murilo Zauith (DEM) deixou o comando da Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura) ao retornar de férias. A exoneração teria sido a pedido do democrata. Nem Reinaldo nem Murilo quiseram comentar.

Jornal Midiamax