Política

Reinaldo altera decreto e Riedel ganha mais seis dias de férias

Titular da Segov, com cada mais atribuições, é o braço direito do governador

Adriel Mattos Publicado em 15/01/2021, às 08h14 - Atualizado às 08h40

Foto: Chico Ribeiro, Subcom-MS
Foto: Chico Ribeiro, Subcom-MS - Foto: Chico Ribeiro, Subcom-MS

O secretário de estado de Governo e Gestão Estratégica de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel, teve suas férias ampliadas em mais seis dias por ato do governador Reinaldo Azambuja. O decreto foi publicado na edição desta sexta-feira (15) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

Na publicação, Reinaldo mantém por mais tempo o adjunto da pasta, Flávio César, no comando. Riedel ficaria de férias entre 28 de dezembro de 2020 e 12 de janeiro de 2021. Agora, ficará afastado até a próxima segunda-feira (18).

O chefe da Segov é o principal secretário da gestão tucana. Riedel vem acumulando cada vez mais atribuições, enquanto Reinaldo se afasta dos compromissos públicos.

Boa parte do secretariado saiu de férias no mês passado. Alguns já retornaram, como a secretária de estado de Educação, Maria Cecília Amêndola da Motta. Já outros, como o titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Geraldo Resende, permaneceram trabalhando.

Por outro lado, o vice-governador Murilo Zauith (DEM) deixou o comando da Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura) ao retornar de férias. A exoneração teria sido a pedido do democrata. Nem Reinaldo nem Murilo quiseram comentar.

Já Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria  de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), foi obrigado a retornar mais cedo.

Jornal Midiamax