Política

Prefeita eleita de Sidrolândia vai preparar 'reforma' e apresentar plano com ações nos próximos dias

Vanda Camilo (PP) estava como chefe do Executivo de forma interina desde janeiro

Mayara Bueno Publicado em 14/06/2021, às 10h23

Vanda Camilo, durante votação no domingo (13), em Sidrolândia
Vanda Camilo, durante votação no domingo (13), em Sidrolândia - (Foto: Reprodução/Facebook)

Prefeita eleita, Vanda Camilo (PP) diz que vai preparar 'estruturação administrativa' e apresentar um plano com as ações do mandato. Ela estava à frente da Prefeitura de Sidrolândia como prefeita interina desde janeiro, uma vez que o eleito em 2020 foi impedido de assumir a gestão, e ganhou a eleição suplementar feita no domingo (13), contra Enelvo Felini (PSDB).

"Vamos preparar uma estruturação administrativa visando a maior eficiência e bom uso da máquina pública. Assumimos esse compromisso com muita responsabilidade. Apresentaremos um plano nos próximos dias, ouvindo as pessoas, os assentamentos, as aldeias e o nosso Distrito", disse na manhã desta segunda-feira (14).

Vanda teve 52,4% dos votos, enquanto o ex-prefeito Enelvo Felini recebeu 47,6% dos votos. Ainda foram registrados 1,58% de votos em branco e 1,88% anularam. A abstenção atingiu os 31,29%. Na condição de presidente da Câmara Municipal, a prefeita eleita assumiu a chefia do Poder Executivo devido à impossibilidade de Daltro Fiúza (MDB), que teve a candidatura barrada pela Justiça Eleitoral.

A nova vice-prefeita é Rosi Fiúza, esposa de Daltro. A dupla faz história sendo as primeiras mulheres a assumirem os respectivos cargos. A posse de Vanda e Rosi está marcada para 2 de julho.

Jornal Midiamax