Política

Para vereadores, antecipação de feriados é ‘alternativa’ para cidade ‘ganhar um fôlego’

Proposta, aprovada por unanimidade no plenário da Câmara Municipal de Campo Grande, é vista como alternativa menos radical que o lockdown.

Humberto Marques Publicado em 19/03/2021, às 17h10

Sessão extraordinária ocorreu de forma não presencial. (Foto: Izaias Medeiros/CMCG)
Sessão extraordinária ocorreu de forma não presencial. (Foto: Izaias Medeiros/CMCG) - Sessão extraordinária ocorreu de forma não presencial. (Foto: Izaias Medeiros/CMCG)

Aprovada na tarde desta sexta-feira (19) pela Câmara Municipal de Campo Grande, a antecipação de feriados previstos até setembro deste ano para a próxima semana, entre os dias 22 e 26 de março, é vista como uma “alternativa” a medidas mais restritivas capaz de fazer a Capital “ganhar um fôlego” no momento crítico do país.

A opinião, reverberada junto a outros vereadores ao longo do dia, encontrou unanimidade no plenário antes mesmo da votação. Otávio Trad (PSD), por exemplo, lembrou que vem se manifestando a favor de medidas mais restritivas “como alternativa ao lockdown”.

“Estamos todos preocupados com o momento caótico da saúde, mas também é alarmante ver o lado econômico que o país atravessa”, afirmou. Para ele, a antecipação dos feriados “é uma medida de equilíbrio para diminuir a taxa de contágio da doença”.

Coringa (PSD), por sua vez, destacou que esta é uma medida focada “na Saúde Pública da nossa cidade”. “Vai ser uma semana. A cidade tentará ganhar um fôlego. O mais importante é que a população compreenda o momento e colabore”.

O vereador ainda destacou que a medida não é exclusiva da Capital, sendo adotada por outras cidades brasileiras. “Antecipar os dias de feriado salvará muitas vidas”.

“Este é o momento de se preocupar em salvar e preservar vidas”, destacou o Professor Riverton (DEM).

“Assim como todo o país, vivemos um momento crítico e esta medida [antecipação dos feriados] é coerente diante do atual cenário”. Segundo ele, é momento de “cumprir as orientações da Secretaria de Saúde e focar na preservação das vidas”. Da mesma forma, o Professor Juari (PSDB) disse apoiar a medida porque “sou pela vida”.

A antecipação dos feriados foi recebida por setores do empresariado de forma menos hostil que o lockdown, uma vez que permitirá a negociação com funcionários em relação aos pagamentos pelo dia trabalhado. Durante a próxima semana, não haverá expediente presencial nas repartições municipais.

Jornal Midiamax