Política

Deputados devem aprovar projeto de reajuste dos servidores de MS até na próxima terça

Nesta quinta-feira será realizada a primeira votação da proposta

Renan Nucci Publicado em 17/11/2021, às 10h22

Reinaldo Azambuja, governador de MS
Reinaldo Azambuja, governador de MS - Arquivo

A Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) definiu durante a sessão desta quarta-feira (17), que até na próxima terça-feira (23) será votado em primeira e em segunda discussão o projeto apresentado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSBD), que prevê aumento linear de 10% para todos os servidores públicos de MS. A proposta também anexa ao salário base o abono de até R$ 200 dado aos trabalhadores.

Segundo o deputado Paulo Corrêa (PSBD), nesta quarta o projeto será analisado pela CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) e, caso receba parecer favorável, será encaminhado para a primeira votação, que deve ser realizada na quinta-feira (18), conforme acordo de lideranças. Em seguida, será dado prazo para apresentação de emendas e, assim, será conduzido para a segunda votação na terça que vem.

Reajuste

O governador Reinaldo Azambuja apresentou na manhã desta terça-feira (16), na Alems, projeto de Lei com reajuste linear a 81 mil servidores ativos e inativos do Estado. O índice de aumento foi de 10%, 'com abono anexado na tabela de vencimento de todos os servidores', segundo Reinaldo. 

A data-base também foi antecipada de maio para janeiro. Neste sentido, há também carreiras que terão readequação, como na Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e nos administrativos da educação, entre outros. Ao todo, incluindo o reajuste linear, são 15 projetos de lei próprios de reestruturação de carreiras.

Jornal Midiamax