Política

Com repetição de partido, juiz manda candidatos em Sidrolândia apresentarem ata de convenção

Campanhas apresentaram mesma ata em registro de coligações

Adriel Mattos Publicado em 26/05/2021, às 14h41

None
Foto: Reprodução/Google Street View

A 31ª Zona Eleitoral de Sidrolândia intimou os dois candidatos a prefeito na eleição suplementar que reapresentem a ata de convenção do partido Rede Sustentabilidade. As decisões foram publicadas nesta quarta-feira (26).

Oficialmente, a legenda está no arco de apoio de Vanda Camilo (PP), atual prefeita interina. Porém, o ex-deputado estadual e ex-prefeito Enelvo Felini (PSDB) também inclui a Rede em sua aliança.

Com a duplicidade, o juiz Cláudio Müller Pareja determinou que as duas campanhas entreguem novamente as atas, assim como a lista de presença e o edital de convocação. O prazo é de três dias.

Nova eleição

A campanha eleitoral na cidade foi retomada na semana passada. Os atos foram suspensos por dois meses devido à pandemia de Covid-19.

novo pleito foi convocado pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) após o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidir manter a impugnação do registro de candidatura de Daltro Fiúza (MDB), eleito em novembro.

Sem ser diplomado e consequentemente impedido de tomar posse, Vanda assumiu a prefeitura, após ser eleita presidente da Câmara Municipal. O MDB de Daltro indicou a ex-primeira-dama Rosi Fiúza como vice na chapa de Vanda.

Jornal Midiamax