Política

Bolsonaristas, parlamentares de MS seguem presidente e migram para o PL

Presidente Jair Bolsonaro se filiou ao partido nesta terça-feira (30)

Dândara Genelhú Publicado em 30/11/2021, às 14h44

None

Nesta terça-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro se filiou ao PL (Partido Liberal). Com isso, parlamentares de Mato Grosso do Sul fiéis ao presidente já confirmam filiação à legenda.

Presente no evento de filiação de Bolsonaro, o deputado estadual Capitão Contar — atualmente no PSL — confirma a troca de partido. “Estou fechado com Bolsonaro e não abro”, disse em nota oficial.

Com a filiação do parlamentar, a bancada do PL na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) irá crescer. Atualmente, apenas o deputado João Henrique Catan integra a legenda na Casa.

Para Contar, “independente de espaço, tenho certeza que teremos voz” no PL. Também na Alems, o deputado Coronel David (sem partido), confirmou a filiação ao Partido Liberal.

“Estou aguardando uma conversa com ele para definir o destino do partido aqui no Estado”, disse. Sobre a bancada do PL na Alems, que deve ter três parlamentares com as mudanças, David disse que “sempre é bom ter uma bancada forte”.

Quem deve seguir o presidente também é o vereador de Campo Grande, Tiago Vargas — atual filiado do PSD. “Na primeira oportunidade estarei indo para o PL”, afirmou ao Jornal Midiamax.

Segundo ele, se houver possibilidade de filiação, irá "acompanhar o presidente Bolsonaro e todas as pessoas que fazem parte deste grupo político do presidente”.

Na bancada federal, o deputado Luiz Ovando — também filiado ao PSL — ainda não tem certeza se muda de legenda. Ao Jornal Midiamax a assessoria do parlamentar informou que ele deve se reunir com Bolsonaro na próxima semana.

No entanto, antes de afirmar a mudança para o PL, o deputado “está alinhando também para ver a questão no Estado”. Independente da troca de legendas, o deputado “continuará fechado com Bolsonaro”, garantiu a assessoria.

Jornal Midiamax