Política

Eleições 2020: justificativa pode ser feita pelo celular

O eleitor que não puder votar em 15 de novembro pode justificar a ausência pelo celular. O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) recomendou que as pessoas evitem ir às seções apenas para esse fim, evitando aglomerações. Para isso, basta baixar o aplicativo e-Título, disponível para os sistemas operacionais Android e iOS. […]

Adriel Mattos Publicado em 06/11/2020, às 11h03 - Atualizado às 13h31

Foto: Divulgação, TSE
Foto: Divulgação, TSE - Foto: Divulgação, TSE

O eleitor que não puder votar em 15 de novembro pode justificar a ausência pelo celular. O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) recomendou que as pessoas evitem ir às seções apenas para esse fim, evitando aglomerações.

Para isso, basta baixar o aplicativo e-Título, disponível para os sistemas operacionais Android e iOS. Por esse meio, também é possível votar, sem a necessidade de apresentar um documento físico.

Com o cadastramento biométrico, a foto da pessoa vai constar no aplicativo. Dessa forma, o e-Título passa a ser aceito.

Logo no primeiro acesso, o eleitor deve inserir o número do seu título eleitoral, seu nome, o nome da mãe e do pai e a data de nascimento.

É importante ressaltar que, caso a pessoa esteja com sintomas da Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus), ela deve justificar por meio deste aplicativo.

Jornal Midiamax