Política

Geraldo diz que não teme ‘chapa inflada’ com aliança entre PSDB e DEM

DEM e PSDB podem fechar aliança

Aliny Mary Dias Publicado em 13/07/2018, às 18h09 - Atualizado às 18h40

None

Geraldo diz que não teme 'chapa inflada' com aliança entre PSDB e DEMDepois do presidente regional do DEM, ex-prefeito de Dourados Murilo Zauith, afirmar que “a conta não fecha” com relação a quantidade de candidatos que concorrerão a deputado federal em possível composição com o PSDB, o deputado Geraldo Resende (PSDB) afirmou não acreditar em ‘chapa inflada’. Segundo ele, grande quantidade de candidatos representa uma chapa “com potencial”.

Para Resende, o principal foco de uma aliança entre PSDB, DEM, PSD, PP e possivelmente o PSB deve ser a reeleição do governador tucano Reinaldo Azambuja.

Entre os que devem se candidatar à Câmara dos Deputados nesta composição estão Fábio Trad (PSD), Alcides Bernal (PP), Beto Pereira (PSDB), Rose Modesto (PSDB), Tereza Cristina (DEM), Luiz Henrique Mandetta (DEM), além de Geraldo.

Para o deputado, a chapa será forte e apresentará opções para os eleitores. “Uma chapa com candidatos com potencial. É um leque de candidatos que seguramente pode fazer um resultado espetacular em uma eleição de cinco a seis deputados”, afirmou Geraldo.

Aliança

Durante a semana, Murilo Zauith afirmou que a bancada federal demista levou para os tucanos proposta de composição com ele como o segundo pré-candidato ao Senado pela chapa, o que derrubaria as já confirmadas pré-candidaturas de Marcelo Miglioli (PSDB) ou Nelsinho Trad (PTB). Uma das possibilidades é que um deles possa ser o 1º suplente de Murilo para não ficarem completamente fora da disputa, mas nenhum deles confirma a alternativa.

Também o DEM teria a indicação ao vice-governador que, no caso, seria o deputado estadual Barbosinha. O parlamentar negou ter aceitado a composição e disse ser pré-candidato a deputado. “Quando e se me consultar posso analisar e fico lisonjeado do meu nome aparecer, mas por enquanto sou pré-candidato a deputado estadual”, ponderou.

Jornal Midiamax