Prefeito reduz valor de contrato com empresa de ex-secretária de Nelsinho

Corte foi de mais de R$ 1 milhão
| 13/04/2017
- 20:02
(Arquivo)
(Arquivo) - (Arquivo)

Corte foi de mais de R$ 1 milhão

A Prefeitura de Campo Grande diminui em quase R$ 740 mil o valor de um contrato celebrado com a Pavitec Construtora, empreiteira de propriedade da ex-secretária de finanças da gestão de Nelsinho Trad (PTB), Eva Salmazo. Este já é o segundo corte de valores em contratos com a empresa apenas no mês de abril.

“O prazo que a Pavitec tinha expirou e fizemos um contrato emergencial, diminuiu valor do contrato que a empresa tinha com o Bernal”, explicou o prefeito (PSD), na manhã desta quinta-feira (13).

Na verdade, o contrato com decréscimo no valor, publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) da última terça-feira (11), foi assinado em junho de 2014, durante a gestão de Gilmar Olarte à frente do Paço Municipal.

O contrato, originalmente no valor de R$ 3,3 milhões, previa a ‘execução de obras, visando a pavimentação e qualificação de vias urbanas PAC II, implantação de infraestrutura urbana, manejo de águas pluviais, , mobilidade e acessibilidade, sinalização viária, nas regiões urbanas do setor Imbirussú/Segredo – Complexo Portal do Panamá’, na Capital, com prazo estipulado em 10 de junho de 2014 de 90 dias, a partir do recebimento da ordem de serviço.

Com o decréscimo desta semana por atrasos na execução dos trabalhos, a empreiteira da ex-secretária municipal de finanças receberá pouco mais de R$ 2,5 milhões pelo serviço.

Uma edição extra do Diogrande do último dia 5 de abril, revelou que a empresa também perdeu R$ 714 mil, por um outro contrato, com o mesmo objeto do já citado, no ‘setor Imbirussú/Segredo – Complexo Seminário’, e viu valor a receber cair de R$ 3,8 milhões para R$ 3,1 milhões. 

(Imagem meramente ilustrativa)

Veja também

Só nos 6 primeiros meses de 2022 MS teve 23 feminicídios registrados

Últimas notícias