CPI da Previdência será instalada na quarta-feira no Senado Federal

Os três senadores de MS apoiam a abertura da comissão
| 22/04/2017
- 23:55
CPI da Previdência será instalada na quarta-feira no Senado Federal

Os três senadores de MS apoiam a abertura da comissão

Está marcada para 15h da próxima quarta-feira (26) a primeira reunião de trabalho da CPI da Previdência, que teve sua composição concluída esta semana. Na pauta, a escolha do presidente, vice-presidente e relator do colegiado, criado para investigar a contabilidade da , esclarecendo as receitas e as despesas do sistema, bem como os possíveis desvios de recursos.

A CPI é uma iniciativa do senador Paulo Paim (PT-RS) que reuniu 60 assinaturas – mais que o dobro do necessário, 27 assinaturas – para verificar as dívidas de grandes empresas com a Previdência, a sonegação e a concessão de anistias, desonerações e desvinculações tributárias que teriam provocado o desabastecimento do caixa do setor nos últimos anos.

A comissão será formada de sete membros titulares e cinco suplentes, com prazo de funcionamento de 120 dias, prorrogável por mais 120. Ela terá uma dotação orçamentária de até R$ 100 mil para custear suas despesas.

A reunião de instalação será na sala 15 da Ala Alexandre Costa. Os três senadores de Mato Grosso do Sul, Simone Tebet e Waldemir Moka, ambos do PMDB, assim como Pedro Chaves do PSC, assinaram o pedido da instalação da CPI e apoiam a abertura da Comissão, poder acharem necessário desvendar a real situação da previdência social do país.

 

Veja também

Evento têm a presença confirmada de Simone Tebet, Ciro Gomes, Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva

Últimas notícias