Convênio com Exército deve ser assinado na próxima semana

Durante lançamento da retomada de 44 obras em Campo Grande, na manhã desta quarta-feira (25), o secretário de Secretário Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Amilton Cândido de Oliveira garantiu que, ainda no mandato do prefeito Alcides Bernal (PP), serão entregues 250 quilômetros de asfalto novo na Capital.

O secretário destacou a importância da retomada das obras na cidade, ressaltando que a Prefeitura conseguiu destravar R$ 180 milhões de recursos federais, do PAC Mobilidade Urbana que serão utilizadas em diversas obras, especialmente na pavimentação de ruas. Segundo Amilton, deste valor, R$ 117 milhões já estão investidos em obras em andamento e R$ 60 milhões em processo de licitação.

Também está em andamento, convênio entre a Prefeitura de Campo Grande e o Exército Brasileiro, cuja assinatura está prevista para a próxima semana. Do valor citado, Amilton garantiu entrega de 250 quilômetros de asfalto até o fim deste ano.

Já o prefeito Alcides Bernal garantiu, além dos R$ 45 milhões para retomadas das 44 obras anunciadas hoje, investimento na ordem de R$ 500 milhões, oriundos de recursos federais, que serão utilizadas em diversas áreas. “Vamos investir mais R$ 500 milhões dos PAC Mobilidade Urbana e do PAC Pavimentação. Estamos fazendo convênio com Exercito Brasileiro e, se Deus permitir, e está permitido, semana que vem, estaremos firmando esta parceria para requalificação de vias importantes da cidade”, disse.

Ainda segundo Bernal, a Prefeitura tem firmado parcerias e está determinando Ordens de Serviço para manutenção de escolas e Centros de Educação Infantil na Capital.

Retomada de obras

A prefeitura de Campo Grande anunciou hoje a retomada de 44 obras, nas áreas da educação e da saúde, que estavam paradas há mais de três anos . São R$ 45 milhões em recursos, sendo que só para retomar foram investidos R$ 11 milhões do município.

Dentre as obras que serão retomadas estão oito UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) em quatro das sete regiões urbana de Campo Grande. Na Região do Imbirussu, serão retomadas as obras no bairro Sírio Libanês, Zé Pereira e Ana Maria do Couto.

Na região do Lagoa será retomada a obras da UBSF do Oliveira II, Na região do Segredo, as obras serão no Jardim Paradiso,Jardim Azaléia, vila Cox. Já na região do Bandeira a obra será no Cristo Redentor. Dentro das UBSF Sírio Libanês e Vila Cox serão feitos ainda academia ao ar livre.

Na área de Educação serão retomadas 14 obras, sendo 12 Ceinf (Centro de Educação Infantil) e duas escolas, além de 18 salas modulares. Na região do Imbirussu serão retomadas as obras do Ceinf no bairro Zé Pereira e Popular, além das salas modulares nas escolas Fauze Scaff e Santos Dumont. No Ceinf do Jardim Carioca será feito duas salas e no Lafayete Câmara de Oliveira também serão construídas duas salas.

Na região do Lagoa/Anhanduizinho, serão retomadas seis obras, sendo que duas serão escolas e quatro Ceinfs, além de nove salas modulares. Os Ceinf do Vespaziano Martins, Tijuca II, Centenário e Jardim Radialista. Ainda serão retomadas as obras das escolas no Parati e Varandas do Campo. 

Na região do Segredo serão retomadas as obras de dois Ceinf, sendo no bairro Talismã e Anache /Nova Lima, além de uma sala modular na escola Hércules Maymone.

Na região do Prosa será retomada a obra do Ceinf do Jardim Noroeste. Já no Bandeira serão feitos cinco salas na escola Celina Martins Jallad e seis na escola José Mauro Messias da Silva e duas na Aldo de Queiroz. 

Ainda no pacotão retomadas de obras estão as de drenagem e pavimentação do complexo Jorge Amado, no bairro Tarumã, na região urbana do Lagoa. E do residencial Ramez Tebet, na região urbana no Ananhaduizinho.