Política

Reinaldo comemora filiação de Beto Pereira e promete mais nomes até março

Deputado deixou o PDT e retorna ao ninho tucano

Ludyney Moura Publicado em 25/01/2016, às 18h43

None
img-20160125-wa0061.jpg

Deputado deixou o PDT e retorna ao ninho tucano

O ato de filiação do deputado estadual Beto Pereira ao PSDB reuniu líderes políticos do Estado e arrancou do governador Reinaldo Azambuja, principal liderança da sigla, a revelação de que novos nomes com mandato ingressarão no ninho tucano até o mês de março, fim do prazo para filiações para quem deseja concorrer nas próximas eleições.

“O Beto é mais um nome forte em Campo Grande, mas é prematuro para falar de eleição. Ele vem para agregar, tem muita experiência e é um nome de peso”, pontuou o governador, que interrompeu as férias para a filiação do deputado.

De acordo com o governador, a ‘insatisfação’ de alguns parlamentares, Reinaldo não citou nomes, pode trazer novidades ao PSDB.

O próprio Beto Pereira, que retorna ao PSDB depois de conflitos internos no PDT, se esquivou quando questionado sobre a eleição para Prefeitura de Campo Grande. “Não conversamos sobre questões eleitorais, vim para somar na Assembleia e estou à disposição do partido”, disse.

Apesar das negativas do figurões tucanos em apresentar nomes para a sucessão de Alcides Bernal (PP), Beto revelou que já transferiu seu titulo de eleitor de domicílio. Deixou Terenos, cidade que governou por dois mandatos, e agora votará em Campo Grande.

“Com certeza ele é um nome super relevante para o PSDB. Sempre teve seu canto no ninho guardado, só que agora esse canto será melhor”, disse o presidente regional da legenda, Marcio Monteiro, titular da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda).  

Entre os tucanos, acompanham também o evento o deputado federal Elizeu Dionizio, o ex-senador Ruben Figueiró, o presidente da Câmara da Capital, João Rocha e os deputados estaduais Onevan de Matos e Rinaldo Modesto.

Visitas

Além de toda a cúpula do PSDB no Estado, acompanham o evento, que acontece na Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), estão presentes os deputados estaduais Marcio Fernandes (rumo ao PMDB), Barbosinha (PSB), Zé Teixeira (DEM) e o deputado federal Geraldo Resende (PMDB).

“Vim representando os partidos aliados (do governo). O Beto foi uma surpresa porque já no primeiro ano de mandato mostrou poder de articulação”, afirmou o deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB), também presente ao ato.

Rocha inclusive mandou um recado ao governador, de que Reinaldo pode ‘ficar tranquilo’ porque os aliados mantém a postura de ajudar, na Assembleia Legislativa, Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax